A motivação mais importante para o emagrecimento deve ser a saúde e não a estética.

Ter um corpo magro e músculos torneados pode ser uma motivação e tanto para muitas pessoas que desejam emagrecer. Mas como médica, tenho que dizer que a melhor motivação deve ser a saúde. Muitas pessoas subestimam os malefícios que a obesidade traz.  E isto é bem preocupante.

Além disso, pela minha experiência, emagrecer em muitos casos nem é o grande desafio, mas sim, manter-se no peso adequado.

Vou explicar aqui algumas das dificuldades comuns relacionadas ao controle do peso.

Vou contar para você sobre o “Programa Pense Bem, Viva Leve”, criado por nossa equipe interdisciplinar especializada em obesidade. Sim, uma equipe, porque para criar um programa de controle do peso de sucesso, ou seja, aquele que vai mudar a sua vida, ele tem que tratar os vários aspectos dessa doença.

Doença, Dra. Janice? Sim, a obesidade é uma doença, e por isso, precisa de acompanhamento de uma equipe para se obter sucesso.

Hoje, entendemos que a obesidade e a diabetes são uma epidemia.  A obesidade já atinge cerca de 20% da população brasileira, inclusive crianças.

Mas deixaremos este assunto para outro momento, vamos ao que nos interessa, que é descobrir como emagrecer de forma saudável.

Primeiro, vou explicar porque engordar é mais fácil do que emagrecer.

Por que engordar é tão fácil?

90% dos pacientes em consultório fazem essa pergunta. É só descuidar em um fim de semana que ganho uns 5 quilos. Mas para perdê-los vou demorar mais de mês, controlando a dieta e fazendo exercícios. Por que isso acontece?

Primeiramente, é preciso entender que o corpo humano foi programado para reagir contra a perda de peso por uma questão de sobrevivência.

A segunda questão que você deve saber é que as células gordurosas, uma vez criadas, não são mais eliminadas do seu corpo, nem com dietas, exercícios ou medicações. Em processos de perda de peso, elas apenas diminuem de tamanho.

Então, toda vez que você consumir mais calorias do que o seu corpo precisa, este excesso será armazenado nestas células de gordura, expandindo-as novamente, ocasionando o aumento do peso.  E outra, estas células continuam se multiplicando.

Por que o controle do peso é um desafio?

A regra básica para emagrecer e controlar o peso é ter um balanço entre a quantidade de calorias que ingerimos e o que gastamos.

A matemática é bem simples. Mas os desafios são enormes e estão relacionados principalmente ao nosso estilo de vida, à nossa alimentação e a notícias sem embasamento científico, que leva à desinformação. Afinal de contas, o que está certo? E o que funciona? E aí está a questão: pode estar certo para algumas pessoas, mas não para outras.

As estratégias de sucesso comprovado são: a mudança dos hábitos alimentares, a realização de atividade física que proporcione o gasto calórico necessário, a identificação de questões metabólicas, hormonais, interações medicamentosas e de saúde que podem estar impedindo o emagrecimento. Além disso, criar formas de lidar com outros fatores associados ao ganho do peso, como por exemplo, estilo de vida, estresse, ansiedade e sono.

Muitas pessoas passam anos tentando emagrecer sem sucesso para então procurar um acompanhamento médico. Muitas vezes, atrasando o início do tratamento e agravando o problema.

Há muitas informações por aí que não vão te ajudar a controlar o seu peso. Digo isso por experiência. Muitos pacientes que chegam ao consultório já experimentaram diversas dietas milagrosas, suplementos ditos com poderes “especiais” e tratamentos estéticos sem nenhum resultado prático. Perderam tempo e dinheiro e continuaram acima do peso.

Ok, mas como faço para emagrecer então?

Agora pense: o seu programa de sucesso para ter peso normal vai ter que levar em conta as suas necessidades e suas características. Este é o primeiro segredo para conseguir emagrecer de maneira saudável e permanecer magro.

Como a obesidade é uma doença complexa e multifatorial, você deve contar com um acompanhamento interdisciplinar.

Ao contar com uma equipe de especialistas de várias áreas, que conversem entre eles sobre o seu caso e necessidades, a taxa de sucesso do seu programa de controle de peso é muito alta.

No Programa “Pense Bem, Viva Leve”, tudo começa com a medição do seu percentual de gordura, acompanhada pela consulta médica com o Endocrinologista, seguido de orientações nutricional, psicológica e de um educador físico. O programa dura seis meses e com apoio da nossa equipe e atitudes positivas, você pode ter ótimos resultados.

As fórmulas “mágicas” de emagrecimento vendidas por aí não funcionam a médio e longo prazos, porque não foram desenvolvidas para você. Em nosso programa “Pense bem, Viva Leve”, cada solução é única e leva em conta suas necessidades e características individuais.

E ainda tem mais, este é um programa acessível que cabe no orçamento. Foi criado para atender às necessidades de quem tem um orçamento limitado.

Programa de Emagrecimento Interdisciplinar

  • Bioimpedância inicial e final
  • 4 Consultas com o Endocrinologista
  • 3 Atendimentos com Equipe de Nutrição
  • 2 Atendimentos de Psicologia individual e 2 em grupo
  • Exercícios semanais com orientação de um profissional de Educação Física

Duração: 6 meses

E a cirurgia bariátrica?

Para pessoas com o peso muito acima do ideal, os chamados obesos mórbidos, o tratamento pode ser a cirurgia bariátrica, também conhecida como redução de estômago.

O aperfeiçoamento de técnicas e a aplicação de novas tecnologias tornaram as cirurgias mais seguras, rápidas e eficientes. Hoje, no Brasil, realizam-se cerca de 80 mil procedimentos por ano.

Porém, para o sucesso deste tratamento é imprescindível o acompanhamento pré e pós cirurgia. Mas o que é este acompanhamento?

1º- Avaliação Médica

É realizada a avaliação médica para validar a necessidade da cirurgia e identificar possíveis complicações, tomando-se as medidas preventivas e corretivas. Os resultados mais comuns desta etapa são:

– auxílio na redução de peso para a realização da cirurgia;
– melhoria das taxas de colesterol e triglicérides;
– rastreamento de diabetes e de outras doenças associadas;
– aumento da capacidade do fígado de sintetizar proteínas;
– melhoria do déficit nutricional.

2º- Acompanhamento Psicológico

O paciente realiza o acompanhamento psicológico para conscientizar sobre os riscos associados à cirurgia e averiguar se o momento é adequado. Procura-se identificar também psicoses, distúrbios alimentares ou dependência de álcool e drogas – todos fatores que podem interferir no sucesso da cirurgia.

3º - Planos Nutricionais

São preparados planos nutricionais que vão te ajudar na redução de peso antes da cirurgia, tornando o procedimento mais seguro. O acompanhamento nutricional também prepara o paciente para as novos desafios e hábitos alimentares pós cirurgia.

4º- Atividade Física

A equipe de educação física orienta e prepara planos de atividade física, estimulando a mudança de hábitos que deverão ser mantidos pós-cirurgia.

O Programa Pense Bem, Pense Leve inclui todos estes acompanhamentos para garantir que a cirurgia bariátrica ocorra de maneira segura e que traga os resultados desejados pelos pacientes tanto em curto, quanto médio e longo prazos.

Preparação segura para a bariátrica.

Conheça a equipe que vai te atender.

Tenho muito orgulho em dizer que os nossos profissionais têm muita experiência e são todos especializados em obesidade e diabetes.

Dra. Laura Barçante Pinto

Endocrinologia

CRM 61599 I RQE 42074


Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais
Residência em Clínica Médica pela Santa Casa de Belo Horizonte
Residência em Endocrinologia, pela Santa Casa de Belo Horizonte

Dra. Luciana Valadares Ferreira

Endocrinologia

CRM 59023 | RQE 28201


Mestranda em Educação em Diabetes na Santa Casa de Belo Horizonte
Docente na pós-graduação lato sensu em Endocrinologia do IPEMED
Preceptora do ambulatório de endocrinologia da disciplina Saúde do Adulto da graduação em Medicina da FAMINAS

Dra. Paloma Fonseca

Endocrinologia

CRM 55533 | RQE 40804


Graduação em Medicina pela Universidade Federal De Minas Gerais (UFMG)
Residência em Clínica Médica, pelo Hospital da Policia Militar de Minas Gerais
Residência em Endocrinologia, pela Santa Casa de Belo Horizonte

Érica Queiroz Dias Corrêa

Nutrição

CRN9 12436


Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais
Pós-graduanda em Formação de Educadores em Diabetes pela Universidade Paulista
Experiência em Educação em Diabetes, incluindo projetos na universidade e trabalho na indústria farmacêutica

Sheyla Geralda Cordeiro Ferreira

Nutrição

CRN9 2197


Mestranda em Educação em Diabetes pelo IEP Santa Casa BH
Especialista em Nutrição Clínica pelo Centro São Camilo
Graduada pelo Uni BH
Atuou como Nutricionista Clínica e Palestrante em Grupos Operativos do Centro de Promoção da Saúde Unimed BH e no Hospital Dia Unimed BH

Stephanie Araújo Oliveira Rezende

Nutrição

CRN9 914860


Nutricionista pela Universidade Federal de Ouro Preto
Nutricionista do Programa Educacional – Diabetes Weekend
Mestranda em Educação em Diabetes – IEP – SCBH

Karima Fernanda Rosa Simão Martins

Psicologia

CRP 20435


Psicóloga Clínica e Hospitalar
Docente dos cursos de Pós-Graduação UNA e IEP – Santa Casa BH
Mestranda do Mestrado Profissional em Educação em Diabetes – Santa Casa BH
Psicóloga do Ambulatório de DM1 da Santa Casa BH

Bia Bicalho

Educação Física

CREF 00422G / MG


Especialista em Fisiologia do Exercício
Docente do Centro Universitário Estácio de BH
Mestranda em Educação em Diabetes no Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de BH

Como eu faço para começar?

 

É simples. Basta deixar seu nome e telefone aqui que te ligamos.
Se preferir, você pode entrar em contato conosco pela Central de Atendimento, pelos telefones
(31) 3565-8008 | (31) 99471-6418

Ainda acha que pode continuar acima do peso?

Agora, se você ainda está se perguntando se deve se preocupar com o emagrecer, vão aí apenas alguns dos prejuízos à sua saúde por esta acima do peso.

  • Dores nas articulações;
  • Fadiga;
  • Falta de disposição;
  • Ronco;
  • Acidentes Vasculares;

  • Trombose
  • Diabetes mellitus
  • Hipertensão arterial
  • Doenças cardiovasculares
  • Câncer de rim e intestino
  • Câncer de mama, próstata e pâncreas
  • Cálculo biliar
  • Cálculo renal
  • Doenças respiratórias
  • Doenças osteoarticulares

Espero ter ajudado e espero ser a sua parceria neste desafio do controle do peso.

Sobre Mim

Dra. Janice Sepúlveda Reis

  • Coordenadora do Ambulatório de Diabetes Tipo 1 da Santa Casa de BH
  • Vice-presidente eleita da Sociedade Brasileira de Diabetes 2018-2019
  • Docente Pesquisadora Titular II-Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de BH
  • Coordenadora do Mestrado Profissional em Educação em Diabetes – Santa Casa de BH

Diretora Técnica | Endocrinologista
CRM 34658 | RQE 19317

Agende
//]]>